Primeiro Encontro Itinerante da FUNDAMIG é sobre as Casas de Apoio Vamos juntos buscar soluções!

//Primeiro Encontro Itinerante da FUNDAMIG é sobre as Casas de Apoio Vamos juntos buscar soluções!

Primeiro Encontro Itinerante da FUNDAMIG é sobre as Casas de Apoio Vamos juntos buscar soluções!

Essa semana começou muito bem com o primeiro Encontro Itinerante da FUNDAMIG, realizado na segunda-feira, 17, de 9h30 às 12 horas, na sede e em parceria com a AMA3 – Associação Mineira de Apoio, Assistência e Acolhimento que, há 5 meses, vem buscando unir esforços para a solução dos problemas comuns enfrentados pelas Casas de Apoio de Minas Gerais.

 

O intuito da FUNDAMIG era reunir suas filiadas que atuam nessa área de apoio e acolhimento a pacientes e familiares em tratamento para dar luz aos problemas comuns e, juntos, buscar soluções. “Quando ficamos sabendo da associação que estava sendo criada com esse mesmo objetivo, o caminho mais natural era unir os esforços, pois juntos sempre somos mais”, afirmou Julia Caldas, superintendente da FUNDAMIG.

 

Participou do Encontro o Marcos André Carneiro Naves, representante da Rádio Extra, onde se localiza a sede da Associação recém fundada, que desde o início fomentou e apoiou as discussões sobre questões relativas ao Terceiro Setor, em específico às Casas de Apoio, que eram a maioria presente nas reuniões iniciais. Para dar visibilidade ao Terceiro Setor, a Rádio criou o programa “Classificados do Bem”, que veicula boas ações de organizações sociais.

 

Estavam presentes no Encontro, também, as parceiras da FUNDAMIG: Solange Braz, consultora em gestão pela Segmento 3 e representante do Seguro Mais Solidário, e a Aline Maria Pereira, da incubadora de Projetos Sociais, O Hub Social; as filiadas à FUNDAMIG: Casa do Caminho, representada pela Pâmela Mel, e o Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania e Saúde – IJUCI, representado por sua presidente, Viviane Mayrinck; além de representantes das organizações: Fundação Sara, Albergue Casa de Apoio Porto Esperança, Assaumex, CAPEC, Abrigo Amigos do Amanhã, Casa de Apoio Associação Assistencial Romualdo, SERVAS e o advogado Dr. Wanderley.

 

A maioria dos presentes se posicionaram em dificuldades em relação à legislação, certificados, recursos, mão de obra, dentre outras encontradas para realizar seus atendimentos, tão importantes e necessários. “Temos uma missão complicada no Terceiro Setor. Não temos recursos, mas somos exigidos como empresas; as entidades não estão preparadas para o Marco Regulatório”, disse Viviane Mayrinck, presidente do IJUCI. “Precisamos fazer frente ativa para que direitos das casas possam ir de encontro aos deveres do município, Estado e federação.” Complementou o sr. Rubens, presidente do Abrigo Amigos do Amanhã.

 

A AMA3 pretende oferecer às associadas reuniões periódicas para tratar da solução dos problemas, além de assessoria jurídica e de gestão. Ao final do evento, foi eleita a diretoria e o conselho fiscal da Associação, que se encontra toda primeira quarta-feira do mês. Os presentes saíram do evento com a tarefa de apontar para a próxima reunião quais as principais demandas, o que mais as entidades precisam, quais os principais problemas enfrentados para buscarem soluções. Todas as Casas de Apoio, Acolhimento e Assistência são bem vindas! Mais informações: Solange Braz (31 9 9132-6393).

2018-09-21T14:03:34+00:0021, 09, 18|0 Comments

Leave A Comment