20ª edição da Conferência Ethos, em São Paulo, promove diálogo sobre renovação política, eleições e combate à corrupção no esporte, em seu último dia de debates

//20ª edição da Conferência Ethos, em São Paulo, promove diálogo sobre renovação política, eleições e combate à corrupção no esporte, em seu último dia de debates

20ª edição da Conferência Ethos, em São Paulo, promove diálogo sobre renovação política, eleições e combate à corrupção no esporte, em seu último dia de debates

Rating Integra foi lançado para cooperar com o combate à corrupção nos clubes esportivos

O último dia da 20ª edição da Conferência Ethos, realizada hoje, dia 26 de setembro, em São Paulo, e organizada pelo Instituto Ethos, destacou a atual necessidade da renovação política e suas consequências para a sociedade, além de outros assuntos que permeiam o período eleitoral. A importância de movimentos contra a corrupção em mercados relevantes como o esportivo também foi conteúdo abordado durante o encontro, entre outros temas.

A abertura do evento foi realizada com palestra da educadora, Dona Diva Guimarães, que contou sobre sua trajetória de vida, conquistas e desafios. Em seu discurso, Dona Diva falou também sobre o racismo. Segundo ela, ainda possuímos a mentalidade do Brasil Colônia. “Temos que descolonizar as memtes e isso deveria acontecer na escola, no entanto as escolas são uma fábrica de racismo. Os negros, pobres e indígenas são invisíveis”, disse a educadora.

Ela se dirigiu aos negros e negras presentes: “Não tenham vergonha de usar as cotas. É um direito e não um favor. Inicialmente fui contra, mas sei como somos tratados na escola. Não é um favor, basta pesquisar e verá que sempre existiram cotas no Brasil, mas eram cotas para os brancos”, afirmou Dona Diva.

Ainda durante o último dia de debates, o Instituto Ethos promoveu o lançamento do Rating Integra para clubes esportivos. Inédita no mundo, a ação tem como objetivo incentivar os clubes no desenvolvimento da governança e de boas práticas. A ferramenta promete ampliar a transparência dessas organizações no país e aproximar investidores. “O Rating Integra vem também para facilitar os patrocinadores para que eles não precisem avaliar entidade por entidade. A ferramenta dá a oportunidade para empresa fazer uma autoavaliação e melhorar, se necessário”, comentou Alessandra Gonsales, Sócia do WFarla Advogados.

Devido ao período eleitoral e a atuação do Ethos junto ao poder público, o congresso apresentou painéis sobre a atual necessidade da renovação política e suas consequências. Em resumo, os diálogos apresentaram os esforços para construção de um sistema político mais aberto a novos atores, diverso, includente, transparente e eficiente. E abordaram os efeitos políticos e sociais de uma transformação na representação e seus possíveis impactos nas agendas do desenvolvimento sustentável. “Quando falamos de renovação política, precisamos entender que é necessário trazer a diversidade para a política e não só deixar os mesmos filhos da oligarquia em nossa política”, contou Sheila de Carvalho, coordenadora de Práticas Empresariais e Políticas Públicas.

Para completar, ainda na agenda do período eleitoral, no painel “Plataformas de qualificação do voto!” foram discutidos o uso ético das tecnologias nas eleições. A mesa abordou também as iniciativas que ampliam a informação sobre candidatos, suas trajetórias, agendas e programas políticos, potencializando o debate e a capacidade de escolha do cidadão. “Para nós, a polarização política dos eleitores não tem problema. O que batalhamos é que, se essa polarização for existir, que exista porque o povo tem informações corretas sobre os eleitores”, avaliou Marcio Vasconcelos Pinto, Presidente do Instituto Tecnologia&Equidade.

“Os diálogos do segundo dia de conferência promoveram uma experiência positiva para os participantes. Principalmente, porque diante do atual cenário político, precisamos nos organizar para ser uma força política da sociedade civil. Dessa forma, é possível avançar em pautas de interesse e pressionar o novo Congresso e o novo governo a avançar em determinada direção”, diz Caio Magri, diretor-presidente do Instituto Ethos. Este ano, a conferência reuniu um time de líderes e profissionais com novos olhares acerca dos desafios da economia nacional como um todo. A próxima edição da Conferência Ethos será realizada na cidade de Belém, no Pará, em novembro. 20 anos do Instituto Ethos O último dia de debates da 20ª edição da Conferência Ethos apresentou também o lançamento da coleção comemorativa dos 20 anos do Instituto Ethos. Composta por fascículos e websérie, a coletânea traz histórias que sintetizam e celebram a caminhada da entidade nas diversas frentes de atuação na temática da responsabilidade social. Os fascículos: Como o Instituto Ethos contribui para Práticas Empresariais, Como o Instituto Ethos contribui para Políticas Públicas, Como o Instituto Ethos contribui para o Diálogo Intersetorial e Como o Instituto Ethos contribui para o Fortalecimento da Sociedade. A websérie segue os mesmos títulos e ainda traz um vídeo sobre Olhares para o presente e futuro.

Para ilustrar e marcar a identidade visual deste material a Xilo Ceasa, do Instituto Acaia, foi escolhida para a produção de xilogravuras utilizadas nos vídeos e fascículos.

“Assim que fomos apresentados à ideia de utilizar as xilogravuras para ilustrar nosso percurso entendemos o quanto há de sinergia entre a forma como as histórias do Ethos são abordadas nessa coleção e o trabalho realizado pelos jovens que integram o projeto, sob a perspectiva de talhar realizações”, finaliza Magri

2018-10-11T14:30:28+00:0011, 10, 18|0 Comments

Leave A Comment